Colégio União Paulista

Nosso cardápio é elaborado mensalmente e supervisionado por uma nutricionista experiente;

Toda alimentação é preparada em nossa própria cozinha, com ingredientes de qualidade e procedência conhecida;

O nosso cardápio oferece refeições variadas e balanceadas que são preparadas com muito carinho por uma equipe especializada;

As refeições são preparadas com alimentos de qualidade, e seguindo as normas vigentes de controle higiênico sanitário, para garantir a segurança alimentar e saúde das nossas crianças;

A alimentação ofertada segue as recomendações indicados pela Sociedade Brasileira de Pediatria e Ministério da Saúde;

A alimentação do berçário é ofertada respeitando a evolução do desenvolvimento individual de cada criança; No início, a criança recebe a comida amassada com garfo. Em seguida, evolui-se para alimentos picados em pedaços pequenos, raspados ou desfiados, para que a criança aprenda a mastigá-los.

Cardápio maio 2024

Obs.: Poderão ocorrer alterações no decorrer do mês.

cardápio do Berçário

Itens grifados serão servidos para os bebês.

Nossa nutricionista

Silvana Ramos Atayde – CRN 15929

Especialista em Nutrição na Infância e adolescência, pela Universidade Federal de São Paulo – Universidade Federal de São Paulo;

Licenciada em educação  pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo;

Doutora em Ciências Médicas – Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP;

Coordenadora do curso técnico em nutrição ETEC Getúlio Vargas ;

 Profª Drª da Universidade São Judas Tadeu.

Informações importantes

De acordo com a a American Academy of Pediatrics sucos de frutas in natura e industrializados não oferecem benefícios nutricionais para os bebês e devem ser evitados, por conta do alto índice de açúcar e calorias vazias que colaboram para aumentar as taxas de obesidade e problemas dentários. A fruta em forma de suco acaba perdendo as fibras e alguns nutrientes o processo de preparo, o que, entre outros problemas, causa menos saciedade ao bebê.  A ingestão dos sucos deve ocorrer de maneira gradual e limitada, e não deve ultrapassar os 120 ml diários para crianças de um a três anos de idade. A indicação é que crianças menores de 3 anos consumam frutas e água.